quinta-feira, 10 de março de 2016

Produção: 5 dicas para deixar corretamente seu Sistema Operacional para gravar

Quando eu comecei a estagiar (e trabalhar) num estúdio em 2002 me lembro que o dono do estúdio tinha comprado um "Potente" computador: um Pentium 3 de 384 mega com uma placa de som Layla para rodar a poderosa DAW Sonar XL 1.03 (foi a primeira versão do Cakewalk com o novo nome).  
Na época um produtor musical olhou o equipamento e disse "está bom pra começar o problema é esse Windows XP" e como eu também dava aulas de informática não
conseguia entender o que ele tinha contra o "O novo Windows" afinal na escola de informática que eu trabalhava ele estava bem melhor que o seu anterior, o Windows 98 SE. Como eu não gravava (era praticamente um Roadie) não compreendia e logo o
Windows XP foi substituído pelo Windows 98 e assim ficou por um bom tempo.
Hoje em dia vejo como esse produtor tinha razão, pois muitas vezes o que pode atrapalhar sua gravação é justamente o Windows instalado.
Primeiramente porque embora o Windows seja o mais popular dos Sistemas, ele tem muita "instabilidade" mesmo com o melhor "hardware" disponível no computador (Não é a toa que um dos requisitos para uma estação Pro Tools é um Machinitosh ou PC com MAC O/S) isso porque ele armazena tudo primeiro em bibliotecas e depois somente na RAM diferente do Linux por exemplo que faz ao contrário.
Claro que isso não é motivo para você correr e comprar um MAC ou instalar o Linux a menos que você queira!  Então ao invés de "criar um problema" solucione o atual, basta você "adaptar o Windows" e para isso fiz essas 5 dicas como exemplo.

Dica Importante!
Caso você queira seguir alguns dos tópicos, peça ajuda para um amigo mais entendido de informática ou técnico se você não entender algo! Se não sabe fazer, não faça!
Você pode perder o sistema inteiro, a menos que você queira fazer propositalmente pois também não é nenhum bicho de 7 cabeças! Antes de mexer faça um "backup" do HD, mostrarei isso na Dica 5!!!

Dica 1: verifique o desempenho de sua gravação!
Se seu computador está "apanhando em alguma coisa" na hora de gravar e ele tem memória e processamento suficientes, então provavelmente seu problema está no Sistema Operacional!
Se pode ser hardware aconselho a ler essa matéria para ver se você tem alguns dos problemas citados!
Mas se seu computador é pelo menos um Dual Core/X2 com 4Gb de memória, um HD em bom estado e tem uma "fonte de alimentação" real, dificilmente será um problema de hardware.
Vou explicar de experiência própria porque muitas vezes temos que ver se o sistema operacional está bom para servir de DAW.
Eu gravo intercalando 3 placas de som (Duas USB e uma PCI-E) pois gosto de usar plugins "ao vivo" e até um tempo atrás usava só o Windows 7. Até que notei por exemplo que o "Windows 7" interfere diretamente no driver ASIO isso é uma coisa que não ocorre no antigo "Windows XP".
Por exemplo  ao tentar gravar usando uma placa de som para gerenciar o som e a outra para gerenciar o plugin ocorria uma dessas 3 coisas:

A)Uso de CPU elevado (até mesmo para processadores acima de 4 núcleos)
B)Erro de streaming/latência (o som atrasa ou adianta quando se toca e grava ao mesmo tempo)
C)Erro de driver de Audio (o Windows não seleciona a placa de som padrão)

Tudo isso porque o Windows 7/8/10 tem muitas "frescuras" que ajudam o usuário comum mas atrapalha a vida do músico que está tentando gravar como por exemplo gerenciamento de energia das portas USB (as portas param de funcionar do nada),o famigerado "controle de permissões" (O que faz com que você confirme qualquer software quando vai instalar no computador e que não adianta de nada) e pior de todos um monte de frescuras para acessar o painel de controle de áudio
(assim você não consegue por exemplo definir qual exatamente a placa de som padrão).
Claro que em muitos lugares você encontra dicas para melhorar o desempenho e que quase nunca dão certo. Isso porque muitas vezes você precisa fazer algumas "programações" no núcleo do Windows para ajustar o mesmo e é uma coisa que não aconselho, pois nosso objetivo é conseguir gravar nossa música sem precisar se preocupar com outra coisa. Muita vezes o sistema que você está usando não é o melhor para sua aplicação, é o que e veremos na próxima dica.

Dica 2: o melhor sistema não é a garantia do melhor resultado
Existe uma coisa muito comum entre os técnicos de informática:
muitos insistem em instalar o melhor sistema sem analisar se o computador pode rodar o mesmo. Normalmente o resultados ficam visiveis a medida que você instala programas ou começar a "encher" o disco rígido: lentidão, excesso de fragmentos de arquivos e o sistema sempre "apelando" para memória RAM e não para a memória virtual.
Estou comentando isso num computador de usuário normal e é por isso que não adianta o pessoal falar "maravilhas do Windows 10" se seu computador mal suporta o "Windows 8"!
Quem precisa de uma "super máquina" é um gamer!
Se você usa um computador para gravar você precisa de estabilidade do sistema e a melhor maneira de fazer isso é ver se seu computador está acima dos requisitos mínimos de sua placa de som, o que não é difícil já que por exemplo uma placa de som profissional "simples"
como a M-Audio Audiophile 2496 só precisa no mínimo de um Pentium 3 com Windows 98 SE!! Claro que ninguém vai fazer isso, mas por exemplo se você colocar num Dual Core ou I3 com pelo menos 4 Gb já ira fazer muita coisa! E principalmente se usar o Windows XP.
O problema de sistema operacionais antigo como XP/Vista que apesar da placa de som ter os drivers mas se é um computador novo por exemplo como um I7/X8 comprado esse ano, há grande chances de não encontrar os drivers para  usar esses sistemas operacionais (é difícil que aconteça mas já vi alguns casos assim) mas caso você depare com uma situação dessas (como disse é difícil mas pode acontecer) tente instalar o Windows XP x64, pois se ele não tiver todos os drivers
pelo menos o vídeo permanece em "alta resolução" e quanto ao driver de áudio, basta instalar normalmente usando o CD fabricante.
 Mas faça isso se for realmente necessário caso queira usar o XP, senão atualize os drivers da placa de som para a versão do Windows que esteja usando. Geralmente os fabricantes dão dicas como rodar melhor no seu sistema. E pra quem não sabe a diferença entre Windows x64 e Windows x86 e se isso interfere no desempenho do computador veja a próxima dica.

Dica 3: x64 vs x86 qual a diferença?
Foi a partir de 2004 que todos os processadores padrão em computadores se tornaram 64 bits (x64), então se você tem em casa um computador antigo como um Pentium 4 2.8 ou um AMD Duron ele já usa 64 bits.
Antes disso tudo era 32 bits ou seja metade do processamento de hoje em dia.
Porém vale lembrar que a memória RAM só teve suporte total aos processadores x64 apenas em 2008 quando saiu o processador Core I7/I5/I3 isso porque matematicamente um sistema operacional x64 suporta até 192 Gb (Windows 7) ou 512 Gb (Windows 8/10) e antes de 2008 não havia esse "absurdo de RAM" que só foi conseguido graças a chegada da memória RAM DDR3. O sistema Operacional com arquitetura 32 bits é o x86, devido a deverivar diretamente dos processadores "x86".
Porém também lembro que até agora não há computadores que suportam fisicamente tudo isso. Alguns servidores Corel Xeon chegam até 128 Gb por enquanto. 
O Windows 98 e o XP são "puros x86" enquanto os mais atuais (7/8/10) são opcionais para se instalar. O XP só consegue gerenciar no máximo 3 Gb e o 7/8/10 em x86 até 4 Gb.
Arquitetura x64 são os programas usados para usar "64 bits de processamento" e lógico x86 usam "32 bits de processamento". A vantagem do sistema x64 que além usar toda ram (dificilmente alguém tem mais de 8 Gb em casa por enquanto) ele faz toda parte de processamento mais rápido.
A vantagem de usar um sistema x86 num computador atual é que ele é rápido!Pois faz metade do processamento do x64 porém se seu computador tem mais de 4Gb é um disperdício de "tecnologia e dinheiro".
Respondido "tecnicamente" o que intefere na gravação?
Simples: qual o sistema a sua DAW e seus plugins são compatíveis.
Até agora as DAW que eu vi que são puramente x64 (pelo menos as que tenho) são os Sony Acid 9 e o Vegas 11, porém a maioria das DAW e dos plugins possuem tanto a versão para x64 ou x86 inclusas.
Gravar em Windows x64 vai melhorar sua a qualidade ?Ou gravar em x86 vai piorar sua a qualidade? A resposta é não há diferença! porque quem manda na qualidade do áudio é justamente
seu equipamento de entrada e sua placa de som! O que vai mudar a versão do sistema operacional usado é na hora da mixagem, por que x64 processam melhor que o x86.

Dica 4: instale 2 Windows
Você chegou até aqui mas não tem certeza se o melhor para você é usar um Windows x86 ou x64 e quer comparar? Simples instale os dois!
Não aconselho ar usar programas de "virtualização" como o Virtual Box ou Hyper-V pelos simples motivos que o Windows não é físico no computador.
No meu caso eu gravo usando o Windows XP mas prefiro mixar/masterizar usando o Windows 7 x64 porque assim eu posso usar os 8 Gb de RAM e o processamento de 64 bits que meu computador tem.
Claro para fazer uma coisa dessas você tem que ter a mesma DAW instalada duas vezes. Uma na versão x86 e a outra na versão x64 em discos rígidos diferentes.

Porém você não precisa comprar um "novo HD" pois se você tem um grande (como 1Tb ou 2 tb) basta particionar como mostra esse vídeo abaixo:


 Outra coisa também é que com R$200 você encontra alguns "dual cores" ou "X2" para vender e assim você pode montar um computador antigo só para gravar e deixar um mais novo só pra mixar mas daí vai do que cada um quer e o que acha mais fácil se adaptar.
Porque como disse anteriormente: você é músico, não um especialista em T.I!

Dica 5: Customize seu Windows e faça uma imagem
Já perdi a conta de quantas vezes reformatei meus disco rígidos. Ou era porque instalei um novo hardware e não funcionou o driver direito, ou por ter pego um vírus
(que é o mais comum) ou por ter instalado tanta coisa que comecei a me perder ou porque o HD ficou tão "fragmentado" que só uma formatação para voltar ao normal.
E assim era a mesma novela sempre: primeiro instala o Windows, depois os drivers, depois os programas e finalmente os plugins.
Hoje em dia tenho uma imagem "pronta" do sistema ou seja em qualquer caso de pane, formato o HD e em menos de 20 minutos tudo está em pé outra vez e pronto para fazer
gravações. Isso graças a uma "imagem do sistema" ou ISO (International Organization for Standardization ou Organização Internacional para Padronização) que não passa de uma "cópia do hd" na integra pronto para instalar ou re-instalar.

Como Funciona

Uma imagem é diferente de um "backup" (cópia de segurança) pois ela não salva apenas os "dados de usuário", ela faz uma cópia na "integra" de tudo que está instalado no sistema.
Ou seja, se você hoje fizer uma imagem do seu disco rígido o programa irá "copiar na integra" tudo que estiver nele: o sistema operacional, aplicativos, seus drivers e documentos.
O problema é que a imagem copia "todo os espaço ocupado" do HD ou seja se você tem 530 Gb de dados, precisará de um 530 Gb disponível em um HD ou ainda 133 DVD ou 20 DVD "Blue Ray" e é por isso que a maioria do técnicos fazem a imagem "após instalar" um novo sistema operacional, apenas para ter o "mais básico" pronto para instalar.
Por isso aqui vai 3 observações a fazer:

A)Faça uma imagem apenas instalando o necessário no HD ou seus programas de preferência
B)Não deixe drivers na imagem, pois você não sabe se pode mudar de computador mais adiante
C)Prefira fazer em outro HD (ou no mesmo) a imagem, além de ser mais rápido para restaurar, não corre o risco de perde-lá em algum acidente como acontece com o DVD.

Aqui a 5 vídeos como fazer uma imagem:

1.Fazendo direto do Windows
A partir do Windows Vista a microsoft disponibilzou como você fazer um "backup/imagem" a partir do próprio Windows. É considerado uma dos melhores métodos de imagem por ser simples e eficiente, como mostrado nesse vídeo do Windows 8.1 Pro:



Essa matéria no site Tech Tudo também dá bastantes detalhes sobre o assunto, aqui eles usam o Windows 7.

2.Usando o programa Norton Ghost
Embora o NG seja meio "chato para aprender" ainda pode ser considerado o mais popular dos software de imagem. Embora seja pago a versão gratuita já consegue criar sua imagem e software gratuito Hires Boot Vr.10 fornece o mesmo de graçaembora seja numa versão mais antiga mas mesmo assim funcional o Norton Ghost 11 .
Abaixo um vídeo explica como criar imagem com o NG 15:


3.Fazendo Backup dos Arquivos do Windows
Você quer instalar um novo Windows, mas quer colocar os arquivos antigos de volta? Então faça um backup! O vídeo abaixo mostra como fazer isso usando o Windows 7.



Ótimas Gravações!!!


Postado por Rafael o KH
Autor dos Blogs Palco KH Home Estúdio e "Curto +Música"
Músico,Produtor e Técnico em T.I
contato: palcokh@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acreditamos sempre na liberdade de expressão e na troca de ideias!
Por favor pense antes de comentar!
Se está com alguma dificuldade coloque o e-mail para podemos responder com mais clareza! Abraços! Ótimas Gravações!