quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Mixagem: distorção harmônica na mixagem

 Quando falamos nisso possivelmente você pode achar que é algo relacionado a guitarra ou há algum problema do tipo “overloud” (quando a música está tão alta que satura) mas não é nada disso e é uma coisa mais comum do que se pensa. Pra começar a “compressão” é uma distorção pois ela “força os volumes” a subir acima do normal do que foi gravado (tanto que se você usar uma compressão muito pesada do tipo  Threshold – 10 dB e level – 1 dB = 10:1) e distorção sempre está presente nas gravações devido principalmente a um fator que você já deve ter ouvido muito: os harmônicos (concentrados nas faixas médias ou midrange). O texto abaixo foi traduzido do livro “Mixing GuidePrinciples Tips Techniques” disponível gratuitamente no site da Izotope (https://www.izotope.com/) fabricante dos plugins Ozone, Alloy, Trash e Nectar.

DAW:A que você usa
Dificuldade: Médio

Alguns de vocês podem pensar de distorção como uma coisa ruim, mas uma “distorção sutil”  pode ser uma ferramenta poderosa. Muito antes de mixagem digital, a distorção era inerente em cada projeto. A mesa de soim era ligada em pré-amplificadores que eram ligados a consoles do tipo saturação de fita ou amplificação de tubo, a distorção era colocada em da pista de cada mix. Muitos músicos ao longo da história da música popular contemporânea utilizaram distorção criativa para definir seus sons e devido a isso, os nossos ouvidos se acostumaram com o som de distorção, quando ela é  harmonicamente agradável. Este é um dos elementos que até há poucos anos, estavam desaparecidos desde que surgiu a mixagem digital. Hoje em dia no entanto, muitas ferramentas de distorção harmônica diferentes estão disponíveis para ajudar os engenheiros mix produzir este fenômeno. Você pode encontrar vários modelos de analógico ou equipamento vintage com grande distorção ou em vários plug-ins bem como outras ferramentas que você pode ter em sua caixa de ferramentas. O vídeo abaixo mostra como funciona as pistas com e sem distorção "harmônica".




USAR DISTORÇÃO ONDE?
Um engenheiro de mixagem tipicamente usa distorção para aumentar a presença de um sinal áudio através da adição de algo enérgico, tal como um “tubo de distorção” com base em um bumbo (bateria), ou algo brilhante, na bateria, “overheads” (os microfones de ambiente de uma bateria) ou vocal, acrescentando distorção harmônica pode se fazer um som mais emocionante e assim como muitos guitarristas preferem gravar com seu “overdrive /distortion” ativos porque aumentam sua performance quando eles tocam seus instrumentos e pode inspirar um grande desempenho que outro tom de guitarra (o limpo)  simplesmente não pode. 

PRINCÍPIOS DA DISTORÇÃO 
Talvez a forma mais básica de distorção é sobre-modulação de uma onda sinusoidal a tal ponto que certos harmônicos aproximar de uma onda quadrada. A distorção é o resultado desta sobre a modulação. Qualquer forma de saturação harmônica é tecnicamente distorção. Alguns tipos comuns de distorção de um engenheiro de mixagem pode usar são: 

• Tubo (tube): Simula a distorção que ouvimos em equipamentos valvulados que enfatiza os “transientes” (ou o ataque de um instrumento), que é por isso que as pessoas tendem a descrevê-lo como “punch”. Muitas vezes, o tubo distorção é mais facilmente percebido no “low end” e a razão pela qual ele é descrito como "quente". 

• Fita (tape): Isso enfatiza os harmônicos de ordem ímpar normalmente encontrados durante a saturação de fita. embora também afeta a gama média baixa, o efeito de saturação de fita é muitas vezes mais notável na maior 
final, e máquinas de fita se tem um andar alto ruído (leia-se: silvo). Devido a isso, a fita 
saturação é frequentemente descrito como "brilhante" soando, assim como "quente". 


Plugins de “simulação de amplificador” (overdrive, distortion, fuzz) e  tipos particulares de   distorções podem realmente criar uma ênfase em pistas particulares.Uma vantagem adicional do uso de distorção ou 'excitação harmônica' é que o próprio efeito pode ajudar a moldar o EQ de uma banda/faixa, bem como agir como um controle dinâmico. Sinais sem distorção provenientes de um amplificador de guitarra, por exemplo tem uma inerente de compressão que reduz ou elimina a necessidade de processamento adicional de dinâmica. Como resultado, pouca ou nenhuma compressão é necessária para guitarras elétricas distorcidas.


A ARTE DA DISTORÇÃO 
Pense em distorção como o alho em seu molho de tomate, apenas a quantidade certa dá a quantidade certa pois muito irá estragar o molho. Veja algumas de dicas de acrescentar distorção em sua mixagem:

Em mixagens  com um monte de guitarras e teclados, tentar distorcer sua pista do baixo para ajudar os “transientes” cortar em sua mixagem. Este baixo estará mantendo o “low end”  (o grave final após 40 Hz) e nos outros instrumentos na parte superior do espectro de freqüência (médias e altas) .

Tente enviar sua bateria para um “buss” estéreo e aplique a distorção no “buss” da bateria. Isto pode fornecer um pouco da "cola” no som,que as pessoas normalmente procuram isso usando compressão. 

Usando distorção “leve” em um vocal principal, com distorção “mais pesada” em um “buss”do “backing vocal ” mixando em menor  volume pode ajudar a melhorar e dar mais plenitude da banda/faixa do backing vocal.

Experimente distorcer qualquer sinal de que você gostaria de cortar, mas o que parece "muito limpo" para permitir que isso aconteça (o que inclui a caixa) lembre-se, um pouco pode percorrer um longo caminho! Automatizar os níveis de distorção entre instrumentos diferentes podem realmente ajudar a criar um interessante arranjo.
 Duplicar a sua pista vocal, então fortemente distorcer o segundo vocal. Lentamente introduzir a distorção vocal do refrão para adicionar um pouco de emoção harmônica. Isso também irá ajudar dar mais potência ao vocal no refrão.

 Em alguns casos, uma sutil distorção (menos de 30%) na mixagem podem agir como um 
“Impulso” (boost) harmônico para a música como um todo, especialmente a bateria (bumbo e caixa, bem como microfones ambiente) e violões. 

 A melhor maneira de usar distorção é a experiência com os diferentes tipos a sua 
disposição, e encontrar uma maneira de torná-lo seu próprio. Apenas divirta-se com ele! 

Alguns Plugins que geram distorção harmônico:

Izotope Alloy, Trash, Nectar e Ozone


HG Harmonic Enhancer



Devil Studio Virtual Tube Pre Amp

Antares Tube 


Steinberg Magneto II


Ótimas gravações!!! 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acreditamos sempre na liberdade de expressão e na troca de ideias!
Por favor pense antes de comentar!
Se está com alguma dificuldade coloque o e-mail para podemos responder com mais clareza! Abraços! Ótimas Gravações!