quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Compressor












COMPRESSOR

De: John Moxey

Traduzido por: Palco KH

Um compressor

é um dispositivo de detecção automática para controlar o nível de um sinal de áudio. Simplificando, um compressor reduz o volume de um sinal de audio quando o volume excede o "threshold" (o começo do som, seu limiar) definido pelo usuário. Um "limiter" é uma forma especializada de compressor que é mais eficaz nos limites do sinal de entrada (Input Signal) para o "threshold level" (Volume limiar).

Os controles

Os controles típicos do compressor são os descritos abaixos e sua tradução:

1. Threshold

(Não possue uma tradução exata, o comando significa "começo do som", "limiar do som" ou até mesmo)


2. Ratio

(Na maioria dos casos, é a "proporção/quantidade" do efeito no som)

3. Attack

(Como no diz, é o ataque do efeito em cima da proporção do som (ratio))

4. Hold (Prender)

5. Release (Soltar)

6. Gain (Ganho)

7. Bypass

(Significa parar o efeito e ouvir novamente o som orinal)

Threshold

O controle threshold serve para definir a quantidade de volume que será aplicada a compressão do sinal de entrada do som original . Este é o nível em dB.

Ratio


A quantidade de sinal é sempre atenuada (enfraquecida) e por isso a compressão depende do parametro "ratio" para definir a quantidade de efeito da mesma no som. Por exemplo, se o ratio estiver em 4:1 dB e a entrada do sinal exceder o "threshold level" em 4 dB o sinal de saída só irá execeder o "threshold" de 1 dB (4 + 4:1 = 1). Quando o sinal está abaixo do "threshold" não será aplicada compressão. Se a compressão estiver 20:1 ou mais o compressor começa a funcionar como um "limiter". Isto porque o sinal está limitado ao "threshold". A maioria dos compressores te uma ampla gama de proporção de compressão (ratio compression) por isso eles podem operar tanto como compressores ou limitadores.

Attack, Hold and Release

Para fazer com que um sinal sonoro mais naturalno momento da aplicação ou remoção da compressão" i.e." o sinal atrevessa o "threshold level" a maioria dos compressores possue ajuste de "attack" e "release times". em alguns compressores possue estes ajustes automáticos. Usando "attack, release time" a aplicação do efeito pode tornar menos intensa e a transição mais suave.

Attack time: Quanto tempo depois o sinal irá exceder o "threshold level" dá compressão a ser aplicada.
Release: Quanto tempo depois o sinal ficará abaixo do "threshold level" antes que o ganho/atenuação retorne para os sons ainda não comprimidos.

Hold: É um tempo mínim na liberação do "realease"por onde entrará a compressão..

Se o "Attack" e especialmetente o "Release" forem muito curtos, resultaram em mudanças continuas no ganho chamadas de "Pumping" (pulos) or "Breathing" (respirar). Isto significa simplesmente que a compressão irá virar um efeito sonoro, ao invés de empurrar/aumentar o som original. Se o "attack e o releas"são muito curtos nas frequências graves as mesmas ficarão "distorcidas" devido a rápida mudança de ganho.Um "hold time" perto de 50ms will vai impedir que isso aconteça.

Gain

Primeiramente, um "compressor diminui o ganho do som original". Para o compressor não fazer isso temos uma saída chamada de "make up" (compensar) ou "Gain output" que é o ganho do compressor. Isso permite que o volume máximo da entrada seja mantido. O processo geral do sinal orginal sobre o "threshold" é impulsionar/aumentar o sinal de amplitude orginal e reduzir a diferença entre os sons altos dos sons mais suaves.

Bypass

Cancela temporariamente a compressão para você analisar a diferença entre o som original e o comprimido.No geral é manter o som original.


Atenção!!!

O uso incorreto do compressor assim como o reverb pode "compremeter" toda música. Se por acaso você ouvir um desses sintomas no som, sua compressão está errada!Os casos mais comuns:

1) Duck/Jump - Uma hora o som está alta, na outra baixo e fica oscilando durante a execução

2) Ruídos - O Compressor além de trazer as partes baixas para frente, trá também todos os "seus ruídos"! Por isso grave suas trilhas, o mais silenciosamente possível e de preferência usando um "Noise Gate".

3)Quadradamento - Este é o efeito mais comum nas mixagens finais. O som fica quadrado, soa bem quando baixo, mais quando você começa aumentar começa estourar. Por outro lado, é uma das maneiras de conseguir "energia no som" em gravações caseiras.


Mais sobre o assunto:

www.audiolicks.com.br

http://recording.songstuff.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acreditamos sempre na liberdade de expressão e na troca de ideias!
Por favor pense antes de comentar!
Se está com alguma dificuldade coloque o e-mail para podemos responder com mais clareza! Abraços! Ótimas Gravações!