domingo, 24 de janeiro de 2016

Mixagem: 5 dicas sobre "De-Esser

Normalmente....
Quando escutamos uma música onde o cantor(a) é carioca, gaúcho ou paulista nos pensamos numa coisa:como se resolver aquela quantidade de sotaque carregado de "S"?
Pelo simples motivo que esse "S" irá criar um "sopro" na mixagem e pode estragar muita coisa.
Claro que isso hoje em dia é bem menos audível mas se você escutar artistaslá dos anos 80 e 90 irá perceber bem mais claro isso. E também não é só o caso de artistas brasileiros mas também de vários estrangeiros da mesma época.
Mas vamos supor que você pegou um cantor(a) para gravar ou você mesmo está se gravando e percebe como há quantidade de "S" na voz como resolver isso? Simples, basta você usar um plugin chamado "De-Esser".
"De-Esser" (ou De-Essing) é o método de reduzir o volume de frequências nas gravações vocais que causam um ruído quando um som "ou ess shh" é feito.
Isso é chamado de sibilância que também pode ocorrer quando um som de "t" ou "p" é feita.
É um som desagradável e pode estragar uma outra boa gravação vocal.
Sibilância geralmente é ocasionado em algum lugar entre 5 Khz para 10Khz dependendo do cantor(a),da compressão ou do ambiente de gravação e isso pode ser o resultado de:

Comprimir um incorretamente vocal
A gravação de um vocal em um ambiente acústico pobre.
Um equalizador que dá ganho nas frequências de sibilância.
Um cantor que tem uma voz naturalmente sibilante.
A falta de um filtro "anti-puff" na frente do microfone.

Entendeu agora?
Então vamos ver umas dicas para tentar "limpar" ou "amenizar isso".

DAW: a que você usa
Plugin: VST/DX/RTAS De-Esser  
(PS: aqui na postagem estou usando o Waves Renaissance DeEsser mas pode ser qualquer outro)



1)Usando um plugin "de-esser"
Primeiramente o plugin como explicado anteriormente corta "sss" "t" ou "p".
Mas especificamente o que é esse plugin?
O melhor exemplo que posso dar é nosso sotaque regional. Os cariocas puxam o "S" demais assim como os gaúchos. Você pode deixar isso na gravação?
Pode se quiser afinal Marina Lima puxava o bastante o "s" e mesmo assim os engenheiros davam somente um "fade out" ou pelo menos é o que se pode deduzir.
Mas assim como os tais "pontos de respiração" deixar o "s" para tentar "soar naturalmente" pode ser além de preguiça também um faca de "2 gumes" pois afinal você terá que trabalhar em outra coisa (volume, compressão ou equalização) para diminuir os impactos do mesmo na mixagem.
Claro que nem vou comentar sobre o "t" ou "p" pois esses quando forte demais costumam a "clipar" na hora da gravação além de ficar feio mesmo!
O que o cantor tem que entender que no estúdio para poupar tempo se usa truques de gravação.
Afinal não é o que ele faz no estúdio que interessa e sim o que ele faz ao vivo!
Abaixo temos um vídeo em inglês sobre o plugin Waves Renaissance DeEsser.





Você nem precisa entender o que fala, apenas observe os comandos que ele está fazendo e o resultado final na voz. O de-esser é um compressor multibanda que reduz o excesso de "ganho" numa determinada frequência e também há casos que ele não resolve a sibilância sozinho.
Você também poderá ter que usar equalização ou automação dependendo o caso.
A ordem de colocação do plugin geralmente é entre um plugin de ganho. como por exemplo essas ordens abaixo:

Equalizador - De-Esser - Compressor
De-Esser - Equalizador - Compressor
De-esser - Compressor
 
Não coloque ele por primeiro pois ele mata tanto os resultados da equalização quanto da compressão!
Dica: coloque um compressor "side chain" no buss da voz e destribua para as demais pistas onde houver voz!

2)Resolvendo problema de "fuzzy" das guitarras, pratos (bateria) e sintetizadores
Esse pra mim é um dos truques mais legais do plugin. Muitas vezes há conflitos entre a voz e a guitarra tudo porque ambas pistas compartilham os harmônicos e frequências muito próximas.
É por isso que alguns álbuns como Brothers in Arms ou Appetite for Destruction são tão elogiados por haver poucos conflitos entre voz e guitarra.
Mas você está em casa ou você tem um pequeno estúdio e não tem uma mesa de som "Mackie" ou um compressor valvulado e nem um microfone "Neuman Gold" e quanto menos amplificadores como Fender, Marshall ou Mesa Boggie há uma solução bem simples de resolver isso é passando um de-esser.
O termo fuzzy é termo para distorção "chiada" depende o que você está gravando ela tende a "aumentar" ou "diminuir" é principal diferença entre um pedal "fuzz e distortion" e um outro "overdrive". 
Ela é mais frequente nas guitarras com distorção (principalmente quando usam um amplificador transitorizado) porque a distorção é a saturação do som normal e por isso ela aumenta tudo o que há de frequências no som da guitarra. O problema é que os harmônicos da voz estão muito próximos dos harmônicos da guitarra conforme você pode olhar nesta tabela e como a distorção é um ganho de volume o conflito ficará bem evidente.
Porém se usar o de-esser para reduzir a faixa de entre mais ou menos 5.4 kHz você consegue reduzir essa agressão do harmônico da guitarra como mostra o vídeo abaixo:




Como você ouviu o som fica mais "compacto" e mais "firme" do que estava antes.
Muitas vezes ele até não pode resolver o conflito porém ao equalizar o som da guitarra não se tornará
insosso como o de costume que é o pesadelo dos guitarristas.
Essa dica vale também para o xipo, pratos de ataque, alguns timbres do sintetizador (como lead e synthbass) e em algumas situações até para o baixo (quando há muito médio grave).

3)Usando automação
Muitas vezes se você quer manter o tom do cantor mais original você pode calcular o de-esser, porém você tem que saber como funciona a técnica de "automação" da sua DAW.
Automação como esse exemplo do Cakewalk Sonar é pegar justamente um plugin e fazer o mesmo atuar de acordo com que você programar.
No caso do De-Esser você pode pegar onde houver sibilância e fazer o mesmo reduzir nessa faixa.
Você pode por exemplo deixar a guitarra distorcida livre onde não há voz e somente atuar o de-esser nela quando a voz entra na música.
Seria mais ou menos como o exemplo abaixo na DAW Pro-tools lembrando que ao invés de você
pegar sibilância por sibilância e consertar, você deve automatizar.




Em breve faremos uma postagem dedicada sobre os processos de automação!

4)Enganando o final com Reverb ou Delay.
O "sss" é uma armadilha para o reverb ou delay isso porque a sibilância pode causar um efeito bem indesejável.
Imagine você fazer um delay numa parada instrumental com voz e aquele "sss", "t" ou "p" soando várias vezes e a menos que seja proposital, a voz terá mais um ruído a mais junto e já no caso do reverb teremos algo parecido porque a sibilância irá dividir o mesmo "espaço de ambiente" com os
demais instrumentos.
Para resolver isso uma forma bem simples é colocar os plugins nessas ordens:

De-Esser - Reverb/Delay - Equalizador - Compressor 
De-Esser - Equalizador - Reverb/Delay - Compressor
 
Isso fará com que o de-esser atue antes do efeito final.

 5)Fazendo "de-esser" sem o plugin!
Nossa última dica é justamente como resolver "sibilância" sem usar de-esser!
Usando um "equalizador" ou "compressor multibanda" basta você seleciona onde está ocorrendo a sibilância e diminuir o ganho entre 5 kHz conforme a figura abaixo:

Exemplo tirado de uma música da cantora Adele
Ou ainda você pode fazer "fade out" usando uma automação de volume
 (envelope)  confirma a figura abaixo:

Exemplo usando automação de volume


 A diferença entre fazer isso e usar o de-esser é o tempo. Assim o som irá soar natural mas levará mais tempo para fazer. Outra coisa que você pode fazer (porém leva mais tempo) é usar o de-esser na voz esquerda e na direita fazer tudo manual.
É mais trabalhoso mas é a garantia que seu cliente irá ficar muito satisfeito com seu trabalho!

Ótimas Gravações!

 Postado por Rafael o KH
Autor dos Blogs Palco KH Home Estúdio e Curto +Música!
Músico por profissão e Técnico em T.I como passatempo!
contato: palcokh@yahoo.com.br 

Fonte adicional:
http://recordmixandmaster.com/
https://www.soundonsound.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acreditamos sempre na liberdade de expressão e na troca de ideias!
Por favor pense antes de comentar!
Se está com alguma dificuldade coloque o e-mail para podemos responder com mais clareza! Abraços! Ótimas Gravações!