quarta-feira, 9 de março de 2011

Como gravei Blond Love

Salvem!
Na postagem de hoje vou explicar como gravei minha música “Blond Love”.
Vá ouvindo a mesma, enquanto você lê a postagem...




História da música
Em 2006 havia uma amiga minha com uma tatuagem assim: “good girls goes to heaven, good girls goes to anywhere” e o mais engraçado que ela era uma “loira falsa” (interagindo uma palavra em inglês que disse a ela: you´re blond in hair but black under your pent) e isso também devido que todas mulheres que serem “loiras”, porém cabelo “não muda” a alma (como a própria música fala) e a concepção da letra foi por aí. Em 2008 eu gravei a 1º versão, mas fiquei tão decepcionado com as guitarras distorcidas que engavetei o projeto. Há 2 meses atrás, usando novas técnicas resolvi regravar essa música.

Equipamentos Usados:
Fender Squarier jazz bass: baixo
Teclado Yamaha: Baritone Sax
Guitarra 1: Tagima 735 com Capitação Dimarzio
Gutiarra 2: Yamaha Pacifica com captação Fernandes
Processador de guita Vamp 2
Pedais: Boss NS (noise gate), Boss DS1, Onner Carbon X, Marshall Jack Hammer, Onner Boost.
Microfone: Lesson SM58 e Shure SM58
Mesa de som Wattsom (usada para o baixo)
D.I Behringer
Amplificador MIC100
Placa de som: M-Audio

DAW
Sony Vegas 7
Fruit Loops 9

Plugins
Vsti: Battery 3 para bateria
Vsti Subhumman: reforço de linha de baixo
Sony reverb
Sony Delay
Izotope Multi Band
Equalizador padrão Sony Vegas

1)Gravação

Pista 1 Bateria
Vsti: Battery 3 usando kit “GM” para bateria feita em Fruit Loops.

Pista 2 Baixo
Baixo ligado em linha, mesa de som.

Pista 3 Sax Baritone
Yamaha 630 ligado em linha

Pista 4 Guitarra Drive
Tagima – Vamp 2 – Carbon X
Simulação Vamp:Classic Clean

Pista 5 Guitarra Drive 2
Tagima – Vamp 2
Simulação Vamp: British Classic

Pista 6 Guitarra crunch
Pacifica - Vamp 2 – Carbon X
Simulação Vamp: British Classic

Pista 7 Solo Esquerdo
Tagima – Vamp 2 – Jack hammer
Simulação Vamp: Classic Clean

Pista 8 Solo Direito
Pacifica - Vamp 2
Simulação Vamp: Top Boost

Pista 10 Voz direita
Lesson SM58 – Mic100

Pista 11 Voz Esquerda
Shure SM58 – Mic100

Pista 12 Voz Backing
Shure SM58 – Mic100


2)Mixagem

Pista 1 Bateria
No Fruit Loops, eu fiz primeiro a mixagem no próprio plugin. Para dar mais “vida” ao som, coloquei no master plugin antigo chamado “Magneto “ que simula compressor valvulado. Após isso, mixei e fiz o arquivo Drums.wav

Pista 2 Baixo
O baixo foi gravado com um Fender Squarier jazz bass cópia do famoso “Fender Bass Precision”, porém não gostei muito dos “slaps” que fiz, e por isso taquei em cima da trilha o plugin Subhumman para reforçar o “bottom end” (50 – 80 Hz). Fiz a duas em mono, depois um render para estéreo.

Pista 3 Sax Baritone
Sem segredo: um patch de Sax Baritone com um pouco de reverb.
Eq: Cut low 150 Hz, - 3 dB 1 kHz - 3 kHz e aumento + 6 dB em 15 kHz com o mínimo de oitava.

Pista 4 Guitarra Drive (Tagima)
Uma das coisa que gosto de fazer é deixar uma guitarra “seca” no lado direito. Essa é a guitarra seca.

Pista 5 Guitarra Drive 2 (idem)
É a mesma guitarra da pista 4, porém na esquerda com reverb.

Pista 6 Guitarra crunch (Pacifica)
É umaguitarra com uma distorção bem leve...

Pista 7 Solo Esquerdo (Tagima)
Essa guitarra tem reverb

Pista 8 Solo Direito (Pacifica)
E essa aqui tem delay (236 ms, colcheia)

Pista 10 Voz direita
Essa tem reverb

Pista 11 Voz Esquerda
Essa tem delay (62 ms)

Pista 12 Voz Backing
Nada demais, apenar um delay de 234 ms.


3)Relações de arquivo (formato 24 bits 48 kHz) Posicionamento, plugins
Atenção: Se não colocar qual o valor da freqüência foi aumentada/diminuída no EQ quer dizer que as outras freqüências estavam flat.

Drums.wav – Estéreo – Pan: centro
Plugin: Waves Rbass
Eq: cut low self 35 Hz, +1 235 – 350 Hz - 6 dB 10 – 12 khz

Baixo - Estéreo – Pan: centro
Eq: cut low self 20 Hz, - 2 dB 50 – 80 Hz, - 3 dB 600 Hz – 2 kHz
Plugin: Subhumman

Guitarra Drive – Mono – Pan: Direito
Eq: cut low 84 Hz, + 2 dB 250 – 450 Hz, - 2 dB à partir de 1 kHz.
Nenhum plugin usado

Guitarra Drive 2– Mono – Pan: Esquerdo
Eq: cut low 84 Hz, + 2 dB 250 – 450 Hz, - 2 dB à partir de 1 kHz.
Plugin: Sony FX Reverb

Gutarra Crunch – Mono – Pan: centro
Eq: cut low 84 Hz, + 2 dB 350 – 550 Hz, - 2 dB à partir de 1 kHz.
Nenhum plugin

Guitarra Solo 1 –mono – Pan: Esquerdo
Plugin: Sony FX Reverb
Eq: cut low 84 Hz, + 2 dB 350 – 550 Hz, - 8 dB 3 – 5 kHz

Guitarra Solo 2 – mono – Pan: centro
Eq: cut low 84 Hz, + 2 dB 350 – 550 Hz, - 8 dB 3 – 5 kHz
Plugin: DS Delay

Voz Direita – Estéreo – Pan: centro
Eq: cut low 120 Hz, + 2 dB 240 – 400 Hz, + 1db 1 kHz – 4khz, - 5 dB 4.2 – 4.9 kHz, + 3 dB, 5 kHz.
Plugin: DS Delay e De esser

Voz Esquerda – Mono – Pan: centro
Eq: cut low 120 Hz, + 2 dB 240 – 400 Hz, + 1db 1 kHz – 4khz, - 5 dB 4.2 – 4.9 kHz, + 3 dB, 5 kHz.

Plugin: Sony FX Reverb e De esser

Voz Bakcing – Estéreo – Pan: centro
Eq: cut low 120 Hz, - 5 dB 4.2 – 4.9 kHz, cut high a partir de 8 kHz
Plugin: DS Delay e De esser

Obs: Todos as pistas estavam acrescidas de compressão também. Geral 4:1 ratio, 12 ms Attack e 100 ms release.

4)Master
Para manter o ambiente de rock anos 70, fiz o master em nume técnica chamada “Big Mono”:

1)Faça uma compilação da música em 24 bits stereo
2) Faça uma compilação da música em 24 bits mono (tire todos os efeitos da música!)
3) Crie um novo arquivo na daw, com 2 pistas.
4)Coloque o arquivo stereo na pista 1 e coloque 80% a esquerda
5)Coloque o arquivo mono a 100% da direita.
6)Use Waves Analyser ou Roger Stereo Analyaser até ficar com “pulsamento” no meio
7) Coloque um plugi de finalização (Waves L2, Roger Final) com - 6 dB threshold, 100 release, e – 0,2 output. Dither 16 bits


5)Considerações finais
Não pense que foi assim para chegar a um resultado final.
Para você ter uma idéia, foi 2 semanas de gravação, 3 de mixagem e 2 de master.
Uma das coisas que me auxiliou em ao chegar onde queria, foi o uso do plugin DR-Meter baixe aqui grátis que me ajudou a medir a dinâmica do som. O desafio final ainda é a masterização. Para você ter uma idéia, a mixagem que estava em DR13 no master foi para DR8 e o principal culpado, é a elevação da música para “volume comercial”. O plugin não vai te dizer “se a música está ou não bem gravada” mas vai te dar pistas no que está acontecendo com ela....

Espero que essas informações lhe ajude!!!

Abraços!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acreditamos sempre na liberdade de expressão e na troca de ideias!
Por favor pense antes de comentar!
Se está com alguma dificuldade coloque o e-mail para podemos responder com mais clareza! Abraços! Ótimas Gravações!