quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

O sucesso depende do quê? 1° – Quem está lá fora

Hoje vou pedir “licença” pois ao invés de falar de gravação ou mixagem vou falar sobre um assunto bem pessoal além de compartilhar algumas experiências pessoais. A questão que aflige 99% dos músicos é O sucesso depende do quê? Para isso elaborei questões que serão feitas em postagens semanais para que nós possamos compartilhar e trocar idéias e informações sobre as mesmas. Dessas perguntas, vou dizer o que já passei todas elas (talvez você já tenha passado por isso e que não passou esteja pronto para o baque). Por isso nossa primeira postagem se chama “Quem está lá fora”, um convite para você sair um pouco do seu universo e pensar nos tipos de pessoas que conhecemos pelas noites a fora. No mundo da música eu encontrei seis tipos de personalidade que descrevo abaixo.

A)Os com muita “auto estima” podem ser ótimos músicos, regulares ou até ruins mas eles tem algo em comum: não se deixam abater pelas críticas sejam elas positivas ou negativas pois acreditam tanto no sonho (até que ponto não sei se é bom) por até hoje eles e os que fazem qualquer coisa pelo sucesso foram os mais bem sucedidos que já vi na música.

B)Quem tem muita “baixa estima” é sempre um desastre. Pra começar, nunca conheci um música de “baixa estima” que não era um verdadeiro talento. Um dos caras que eu ficava mais abismados com sua habilidade musical era um verdadeiro “down man”. A gente o chamava de Stevie Wonder pois além da voz tinha um grande talento mas vivia se queixando que a maré nunca mudava. Que tem esse problema é quase impossível reverter porque tudo é um “obstáculo instransponível” para ele.

C)Os que “fazem qualquer coisa pelo sucesso” são perigosos porque não a limite para conseguir o que querem. Eles passam sem dó por cima dos outros usam as pessoas como degraus e quando fazem sucesso não lembram mais de quem ajudou. Os que tem baixo estima e muito talento são sempre suas vítimas!

D)Além do “músicos de auto estima“ os que alcançam a felicidade são os “humildes”. Infelizmente muitos músicos de “baixo auto estima” são também humildes. Mas o humilde que cito aqui geralmente é alguém muito estudo que não se acha superior a ninguém e que ainda tem muito o que estudar. Eles nos ensinam coisas maravilhosas e sempre nos incentivam a seguir cada vez mais dentro do universo musical.

E) Já os “convencidos” lembram muito os “que fazem qualquer coisa” porém geralmente eles tem o muito sucesso ou muito fracasso. Eu sempre gosto de contar a história de um professor de guitarra que tive graduados nos EUA pelo GIT de Los Angeles. O cara era demais porém ele era tão convencido que achava que ninguém estava a “sua altura” para tocar com ele, nem mesmo seu irmão que também tocava. Acho que até hoje vive isolado do mundo cultivando o seu ego bem alimentado.

F)Os mais FDP que acho são os que “escondem o jogo”. Ao contrário dos humildes, eles acham que o conhecimento não deve ser partilhado como se fosse algum segredo de estado. Dos que eu conheço são os que mais formam “panelinhas” para se acharem os “deuses musicais” assim como os convencidos. Porém a maioria que conheci sempre tem um cruel destino: mudar de profissão porque não consegue se relacionar com ninguém que seja igual.
G)Os “invejosos” são terríveis. São como vampiros que querem sugar sua inocência e seus sonhos. Por incrível que pareça, nunca conheci um invejoso que também é um “super talento” e por ter isso acham que ninguém deve ser mais que eles. Ao contrário dos convencidos não escondem a inveja dos outros e nem que querem sempre ser os melhores. Quando conhecem alguém melhor que eles tentam de todas as formas baixar sua auto estima para ter um concorrente a menos.

H)Além dos humildes e dos auto estima esse é um grupo especial de pessoas que gosto os chamados “Malucos Beleza”. Geralmente são músicos que não sonham em se tornarem famosos e vão por caminhos próprios procurando seu espaço.Muito deles dormem o dia todo, acordam e vão tocar e assim vão levando a vida, não se preocupam se tem dinheiro ou não ou se sua música agrada. Vivem pelo prazer de cantar e tocar. A maioria deles vira para o gênero “alternativo” e muito deles alcançam a fama sem querer, porém mesmo com a fama não mudam seu estilo e continuam vivendo se a vida fosse um sonho. Malucos Belezas famosos são os que mais apóiam os músicos que começam ou que brigam para serem reconhecidos.

Conhece algum desses “tipos” Se identificou com algum deles? Fique atento, pois ainda falaremos muito mais sobre esse assunto. Abraços!

“Todos nós andamos em Y. Cabe a você escolher o caminho”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acreditamos sempre na liberdade de expressão e na troca de ideias!
Por favor pense antes de comentar!
Se está com alguma dificuldade coloque o e-mail para podemos responder com mais clareza! Abraços! Ótimas Gravações!