quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

O Estilo de Bon Jovi

Salve!!! Para última postagem de 2010, voltamos a seção “análise de estilos”. Já fizemos a análise do estilo de Van Halen, do Legião Urbana, João Bosco e Hoje é vez de um dos inventores do “Hairy Rock” dos ano 80: Bon Jovi.

A História da banda
John Francis Bongiovi Jr. Era um garoto precoce na música que ficou durante muito tempo tentar montar uma banda. É incrível que antes do 18 anos ele já tinha gravado discos, demos e ainda não tinha banda! Mas aos 16 anos conheceu Davi Bryan e daí o sonho começou a ficar real. Mudou o nome para Jon Bon Jovi e trabalhando na gravadora de seu primo Tony Bongiovi ficava “importunando” o mesmo para gravar suas músicas. E assim em 1983 veio o baixista Alec John Such e o baterista Tico Torres,Ritchie Sambora e completou a banda. E daí o resto você pode ver na wikipedia.

O estilo
Todo mundo sabe que a banda foi uma das percussoras (se não foi a inventora) do “Hairy Rock” que caracterizou o Hard Rock dos anos 80 (veja banda como Poison, Skid Row, Europe, Kiss anos 80, Whitesnake anos 80 e David lee Roth após a saída do Van Halen). O som da banda era composto por um vocal não tão exerado, back vocals perfeitos, uma guitarra que usava só necessário (colocando a virtuose no lugar certo) como mais riffs marcantes do que longos solos complicados, um tecladista que misturava música clássica, rock antigo e new age, um baixista que abusava de escalas slapadas e um baterista que tocava com muita energia e swing. O resultado de tudo isso foi inúmeros sucessos e tudo o que um rock bem feito trás a quem faz.

Membros da Banda

Vocal - Bon Jovi
Como falado antes, Bom Jovi desde pequeno faz música. Embora particularmente eu não ache sua perfomance de palco fique ao nível de Freddie Mercury, Corverdale, Sebastian Bach entre outros, sua voz é tão naturalmente alta que em 1988 durante uma turnê houve um acidente com suas cordas vocais e a partir daí começou a tocar tudo meio tom abaixo, porém nada que tira-se a grandeza de seu timbre.

O que se deve aprender:
Que se pode cantar muito bem sem apelar para falsetes. A voz de Bon Jovi é natural e embora o mesmo tenha feito várias técnicas para melhora-lá só mostra o quanto ele acreditava em si mesmo.

Guitarra – Ritchie Sambora
Um amigo meu viciado na banda disse que uma vez Ritchie Sambora falou para Jon Bom Jovi: você tem a melhor voz que já ouvi, precisa do melhor guitarrista! Falta de humildade ou não, Sambora é um dos melhores guitarristas que rock já teve. Seus solos são memoráveis e seus riffs inesquecíveis. A prova disso é a música “Give your love a bad name” oula num côver tocado abaixo:




A música está no campo harmônico de Cm (Do menor). Note que ela nunca sai dessa intensidade, pois sempre são usadas as notas da escala menor (C, D, Eb, F, G, Ab, Bb, C) e sua pentatonica (C, Eb, F, G, Bb, C) e fica revesando pela música. Sambora antes do Bon jovi também tocou com Joe Coocker, o que mostra que o cara sabe o que faz.

O que se deve aprender:
Para muito guitarrista “shered” ver que belos solos e belos podem ser feitos sem exagero.

Equipamento:
Nos anos 80 Sambora usava guitarras Krammer com Stack Marshall JCM800 e pedais, nos anos 90 usava uma Guitarra Fender Signature e Gibson Les Paul com Stack Fender V-Tone. Nos últimos shows atualmente ele toca somente com Fender Stratocaster ou Gibson Lespaul e usa Stack Marshall (JCM 800 E JCM 2000).

Teclado – David Bryan
David foi o primeiro a embarcar no sonho de Jon Bom jovi quando conheceu o mesmo na escola ao 16 anos. Me lembro de uma vez num vídeo da banda que o mesmo foi muito “repreendido pelo pai” porque queria ser músico. O mesmo faz gozação com o seu pai dizendo que ele só se aquietou quando ele comprou uma BMW nova para o mesmo. Ele toca teclado, piano,trompete e acordeon. Gosta de abusar de sintetizadores, porém sabe muito bem como colocar um piano clássico, como no HIT “Always”, côver abaixo:



A música está no campo de E (Mi maior) refrão e solo, e passa para C#m (Dó sustenido menor) na 1º parte e 2º parte. Na versão original o piano intercala com um órgão do tipo Hammond B3.

Equipamento
David usa 2 2 Yamaha Motif SX8s, 1 Hammond B3, 1 Piano Digital Yamaha. Já vi nos shows ele também com um Korg e Roland além de um Yamaha DX7.

O que se deve aprender:
Um pianista clássico pode muito bem tocar hard rock!

Baixo
Alec John Such (1983-1994)
Dizem que como Alec era o “patinho feio” da banda, o produtor técnico do Bon Jovi pedia para que o mesmo tocasse meio escondido, para não estragar a imagem de banda de “homens bonitos” que a mesma passava para as tietes. Se é verdade ou não é outra coisa. O baixo de Alec sempre foi uma coisa “consistente” formando com Tico Torres uma das melhores cozinhas do hard rock, como pode se ouvir nesse côver de “lick” de Keep the Faith abaixo:



Note que o Riff do baixo é construído só sobre o campo de Gm (Sol menor) nos 2 primeiros compassos, e praticamente a mesma coisas no 3º compasso em Dó. E permanece assim até o refrão. Essa é uma das características da banda.

Não consegui encontrar informações sobre o equipamento dele, somente que o mesmo sempre usa um baixo Fender Precision. A saída dele da banda ainda é um mistério, nem os seus companheiros não sabem o motivo.

Hugh McDonald (1994 em diante)

Hugh substituiu Alec à partir de 1994 e até hoje nunca foi considerado um membro da banda e sim um “músico contratado” apesar de ter gravado 5 álbuns. Músico de estúdio experiente (gravou com , Ringo Starr, Lita Ford, Michael Bolton, Cher, Alice Cooper, Jon Bon Jovi, Ricky Martin entre outros), toca um baixo sólido típico dos estúdios para banda, onde podemos conferir neste côver de It´s my life



A música está em Cm (Dó menor) e se você transpor a mesma para Em (Mi menor) ficar com as notas de Livin on prayer (Aliás a música em tudo é parecida com a mesma) e porém aqui é usado o mais manjado truque do hard Rock e heavy Metal: o “pedal point” intercalado entre “tempos” e “contra tempos”, justamente para deixar o baixo bem sólido.

não consegui achar nada sobre os equipamentos dele, somente que toca com baixos Fender.

O que se deve aprender com os dois
apesar de não ser uma coisa do tipo Flea (RHCP) ou Billy Gound (Faith no More), os dois são belos exemplos do baixo no hard rock. Firme, consistente, grave e que sempre favorece a bateria.


Bateria – Tico Torres
Muito mais do que ser baterista da banda, Tico conhecido pelos seus romances com modelos (como Eva Herzigová) e é outro caso de guitarrista que acabou virando baterista (como Alex Van Halen). Assim como Sambora, Alec, Hugh tinha larga experiência em estúdio (tocou com Frankie and the Knockouts, Pat Benatar, Chuck Berry, Cher, Alice Cooper e Stevie Nicks, entre outros). Tico ao contrário de muitos baterista que tocam “reto” sempre está intercalando a bateria (como se fosse algo jazz). Vamos ver um côver de Living on prayer.



O legal dessa música que tico não manteve o mesmo rítmico do hard rock. Ele intercala os intervalos fazendo a mesma ficar bem dançante, deve ser coisa do seu sangue cubano, ter bastante swing.

Bateria: Pearl

O que se deve aprender:
Que pra ser baterista de hard rock, não precisa fazer sempre a mesma coisa (bumbo-caixa-bumbo-bumbo-caixa ) pra conseguir um som pesado!


Clipe – Born to be my baby



Show – Bad Medicine



O que podemos aprender com as gravações e mixagem da banda
Umas características que sempre escuto na banda são os vocais. Bom Jovi canta bem, mas Richie Sambora canta demais! Ele consegue fazer um 5º na oitava acima e não na mesma da voz principal. O apoio dos back vocals é excelente, cheio e contagiante. Umas das características da mixagem da banda é usar reverb em quase tudo. “You give you love to bad name” tem tanto reverb que te deixa tonto. A outra é fazer destaques, ou seja, aumentar o volume dos instrumentos em determinados pontos para acompanhar a voz. Escute bem o trabalho da banda, que você irá com certeza se enriquecer.

Audição Essencial
Além das comentadas ouça: Wanted dead or alive, Hey God, Blaze of Glory, I´ll be there for you, Have a nice day, Lay your hands on me, Never say goodbye, These Days.

Site da banda

Bon Jovi

A todos um ótimo ano novo!! Nós vemos em 2011!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acreditamos sempre na liberdade de expressão e na troca de ideias!
Por favor pense antes de comentar!
Se está com alguma dificuldade coloque o e-mail para podemos responder com mais clareza! Abraços! Ótimas Gravações!