segunda-feira, 28 de junho de 2010

Video Aula: O estilo de Van Halen

Salve Músiconauta! Hoje vou falar sobre uma das minhas banda preferidas (e de muitos virtuoses pelo mundo inteiro) Van Halen!

O Arista/Banda: Van Halen surgiu em 1978 quando inovou reinventando o estilo do hard rock: pra começar tinha o cara que emplacou o termo “Guitar Hero” (herói da guitarra) Ed Van Halen, depois o outro cara que mudou a cara das baterias do rock (agora elas tinham vários tons acústicos e eletrônicos) Alex Van Halen, o baixista que fazias bases forte e firmes além dar “super agudos” e 5º com sua voz Michael Antony e finalizando o homem que virou o símbolo da MTV na época: David Lee Roth. Essa formação permaneceu até 1984 quando Roth (enchendo o saco do uso de sintetizadores e não querendo fazer baladas na banda) caiu fora e entrou Samy Haggar um excelente vocalista e exímio guitarrista e o resto é só ver na Wikipédia.

O estilo: Por que Van Halen inovou numa época em que o hard rock estava sendo “soterrado” pelo punk e logo depois de bandas fantásticas como Led Zeppelin, Eric Clapton, Aerosmith, Deep Purple, Queen? Devido justamente a união de 4 mentes jovens e criativas: Ed Van Halen pegou todos os truques de piano (instrumento que também tocava foi daí sua idéia para o famoso tapping) além dos efeitos já existente (como echoflex, delay, phaser todos considerados cafonas no final da década de 1970), colocou um baita som estéreo em tudo e com uma guitarra modificada fez riffs como Aint´ Talkin´Bout Love, Panamá, Atomic punk entre outros. Alex Van Halen como também era guitarristas na bateria trouxe todos os timbres possíveis para fazer a mesma soar mais que um instrumento de percussão, Michael Antony para deixar o baixo firme como rocha, não teve nenhum preconceito de trazer coisas de outros estilos para seu instrumentos e David Lee Roth fazia do palco sua casa (Há shows que mostra o mesmo chorando por não acreditar no tamanho do público que está vendo). Na era de Sammy Haggar além da banda ter duas guitarras, Ed Van Halen abusou do seu sintetizador Obheim (link) o e mesclou o Synth pop com o Hard Rock.

A Vídeo aula:

Primeiro vamos ver o riff de Aint´ Talkin ´Bout Love.



Esse Riff é feito com Arpejo de AM, F e G, parece uma coisa tão complicada mas é super simples e descomplicados de fazer. Essa é umas assianturas de Ed Van Halen: Fazer um riff simples com efeitos marcantes virar gigante!

Agora a introdução de Jump e solo no teclado



As notas G, C, G , F, G, F, C, C9 e mais um timbre de Sythbrass faz toda diferença.

Os músicos em ação!

Era David Lee Roth



Era Sammy Haggar



O que se deve aprender com essa banda:

Vocalistas: veja como David Lee Roth era imponente num palco, reinava absoluto. Hoje em dia falam que o “importante não é voz” e sim “ter atitude”, então o que falar desse cara que tinha as duas coisas? Sammy Hagar era parecido com David, porém ajudava Ed nas guitarras (seu tempo entre as pausas era perfeitos). Qual melhor? Depende do gosto de cada um, David cantava como um negro enquanto Sammy usava o “rouco” característico do rock, como Bono do U2.

Guitarristas: quem quiser tocar nos “estilos dos anos 80”, aprenda primeiro alguns riffs solo de Ed Van Halen. O cara praticamente escreveu a guitarra dessa época e abriu o horizonte para novos guitarristas. Porém, Ed foi o cupado (junto com Malmsteen, Steve vai e Vinnie Moore) de inaugurar a era “da velocidade”. Quem quiser imitar um sintetizador na guitarra, escute ele faz com um two hands em Eruption.

Tecladistas: Ed Van Halen além de guitarristas, antes disso era pianista clássico. Por isso ele pegou as técnicas do piano e empregou na guitarra, e da guitarra para o teclado. Apesar de são ser muitas músicas onde ele usa o teclado, valem a pena serem ouvidas para ver como o Hard Rock pode casar com o POP. Um ponto forte é que ele não se fechou (ao contrário de muitas bandas) ao Synth POP, e também colocou sintetizadores na suas músicas, daí o resto (todo mundo copiou) é história.

Baixistas: Michael Antony por muitos pode não ser considerado um grande baixista. Porém ninguém pode negar que não fosse sua base sólida nos baixos, as músicas do Van Halen soariam sem peso. Tudo porque Ed gostava de usar mais efeitos do que ganho nas guitarristas (aliás muito ganho de um drive encobre a técnica) sem contar como alguém “gritar” uma quinta acima do vocalista? Para os baixistas que gostam de fazer backing vocal é uma grande lição.

Bateristas: Alex Van Halen tocava guitarra, e Ed bateria. Um dia resolveram trocar (sem dúvida uma das melhores trocas do mundo) e Alex inspirado em bateristas de jazz (já que o pai dos dois era um trumpetista de jazz) resolveu usar tudo que havia num Kit de batera e muito mais: como seu irmão, trouxe do synth pop os PAD de bateria, e além de tocar uma bateria normal tocava com uma eletrônica ao mesmo tempo! Ótimo para aqueles bateristas que insistem em fazer só “feijão com arroz” ou gente que ainda descrimina baterias eletrônicas.

Engenheiros de som e produtores: os comentários é que tanto nas gravações como nas mixagens, a banda sempre pedia uma coisa: consistência. Por isso é difícil não encontrar nas músicas abusos de efeitos (principalmente os que engrandecem o som, como reverb, delay e modulações). Ed e Alex sempre foram fanáticos pelo “grande som estéreo” por isso escutar a banda num fone de ouvido é excelente. Me lembro que quando estava tirando “Unchained” a primeira coisa que notei que o lado direito toca as notas enquanto o lado esquerdo toca as notas (D, A#, C) a guitarra toca apenas o “pedal point” com um exagero de Flanger. Li uma vez num livro que o Van Halen se caracteriza por isso nos primeiros discos: Lado esquerdo obscuro (com efeitos) e Lado direito bem brilhoso (sem efeitos).

Audição ensencial:

Ain´t Talkin´ ´Bout Love, Atomic Punk, Unchained, Eruption, Cathedral, Dance night away, Hot for a teacher, Jump, This is love, Can´t Stop loving you, Why can be this love, 5150, Panama, Top of the world, Pound Cake.

Mais sobre Van Halen, site oficial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acreditamos sempre na liberdade de expressão e na troca de ideias!
Por favor pense antes de comentar!
Se está com alguma dificuldade coloque o e-mail para podemos responder com mais clareza! Abraços! Ótimas Gravações!