quarta-feira, 19 de maio de 2010

Usando a música e a tecnologia: Playback MIDI com VSTI

A crescente onda de tocar em bares, pubs, e festas com um “playback de instrumentos MIDI” não é novidade. Isso já foi feito muito em antes com teclados com drive e módulos seqüenciadores (como o Sound Canvas) porém agora com o fácil acesso ao NoteBook você pode deixar seu playback mais real graças a tecnoligia VSTi e DXI (instrumentos virtuais sampleados). Para ajudar os que querem se aventurar ou estão se aventurado nesse mundo musical, fiz um teste com três populares DAWS (programas multipista de áudio) que são: Fruty Loops, Sonar e Sony Acid, sobre a conversão de MIDI para VSTi. O motivo porque é bom fazer isso, porque o arquivo original midi só possue os canais e os endereços de cada instrumentos, para colocar “timbres” no mesmo é necessário uma outra fonte (computador, teclado, DAW) e muitas vezes a fonte produz uns timbres “made in paraguai” e se você colocar uma MIDI assim numa apresentação, o ouvintes não irão te levar para lado profissional! Por isso fiz esse pequeno tutorial com esse programas.

Fruity Loops

Essa DAW possue uma automação mais direta, sem contar que você pode mudar o timbre do instrumento pois o mesmo possue funções independentes em cada canal que pode fazer isso.

Prós: Seu render (conversão para audio) é o melhor de todos, pois trabalha com float. Funciona também como plugin VSTi, ou seja você pode colocar seus instrumentos em outra DAW.
Contras: A medida que você coloca os VSTi mais consome memória, difícil colocar vst para acompanhar a pista. Não possue opção para colocar Dxi.

Vídeo

Esse video que achei na internet, mostra exatamente o processo de colocar VSTi numa Midi no Fruity Loops. Note que no “mixer” do programa, podemos colocar os plugins VST.



Sonar

Apesar de ser a DAW mais usada e mais popular e um dos programas com mais recursos midi (como partitura, piano roll, guitar e bass roll, drums roll, quantize, humanizer) em matéria de colocar VSTi ou DXI é um parto. Complicado porque não tem uma “ação direta” e assim como o FL tem que colocar cada VSTi em cada Pista. (Imagine se você pegar um midi com 24 canais!).

Prós: Possue recurso DXI, aumentando a capacidade de colocar instrumentos virtuais, exclusivo DXI feito pela Roland, facilidade em inserção de plugins VST na pista MIDI.
Contras: Não faz nada em conjunto, tudo separado, excesso de dropout (erro de comunicação com a CPU ou memória).

Vídeo

Esse vídeo mostra como colocar o VSTi/DXI Cakewalk Instruments Bass numa linha de baixo com MIDI, um exemplo rápido e curto e que serve para qualquer instrumento que deseje usar com VSTi (basta fazer a mesma coisa em outra pista, usando outro instrumento)



Sony Acid

Na minha opinião, pra quem está começando ou não tem muita intimidade com DAW é o mais fácil dos 3. Pois é só abrir uma MIDI e o mesmo já coloca no seu VSTi padrão (Sony Soft Synth), a partir daí basta mudar para qual o VSTi que queira, por isso muitos gostam de usar esse programa.

Prós: Rápida inserção de VSTi e efeitos VST para o mesmo. Basta usar um VSTi de GM no “aux vsti” para simular todas as pistas (por exemplo Roland Sound Canvas ou Native Band).
Contras: Alto consumo de CPU, se sua placa não estiver bem configurada pode acontecer latência, muitas vezes o áudio não sai como a gente escuta no programa.

Vídeo

O mais legal desse vídeo é que o autor mostra como fazer uma bateria no Guitar pro, expostar para midi e com Sony Acid colocar o VSTi EZ Drummer nele. Isso vale para tudo. E isso vou pode fazer se usar outro programa como o Encore. Lembro que esse exemplo (na parte que ele coloca o VSTi na midi) vale para qualquer pista MIDI (basta fazer a mesma coisa em outra pista, usando outro instrumento).



Dicas utéis

A)Não compacte o audio por exemplo para MP3. Deixe ele em WAV 24 bits 44 KHz que ele soará mais natural.
B)Feito suas músicas, é só usar uma playlist num programa como Windows Media Player ou Winamp, para tocar a ordem que você definiu.
C)Não use o programa para fazer um arquivo VSTi para na hora da apresentação abrir o mesmo! Como os plugins possuem muito processamento de memória, além de demorar para abrir o arquivo pode dar bug.

Boa apresentação!

2 comentários:

  1. quais as configurações do pc para esse programa? porque eu já tentei baixar esse tipo de programa não conssegui instalar. obs tentei sonar 8 sonar 7 sonar 6.so conssegui instalar o 4 + eu tentei fazer isso ai e não conssegui acho que o sonar 4 não serve p fazei isso vc sabe algum outro pro grama + ten que ser um que instale no meu pc se souber me ajude. obs meu pc é piun 4 512 memoria hd 80 .se puder ajudar meu imail é pchristani@yahoo.com.br.. eu agradeço obrigado..

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela postagem!!!Ótima contribuição a "expansão" da tecnologia aplicada a música.

    De um look no meu blog: http://tecnofagiadigital.blogspot.com/

    e_T+

    ResponderExcluir

Acreditamos sempre na liberdade de expressão e na troca de ideias!
Por favor pense antes de comentar!
Se está com alguma dificuldade coloque o e-mail para podemos responder com mais clareza! Abraços! Ótimas Gravações!